camara-de-investigacao

A câmara de investigação envolve grupos de especialistas que investigarão os segmentos e questões estruturais, assim como formularão as proposições dos projetos e estudos em IoT e seus planos de ação. Formado por três comitês.

  • O primeiro comitê, o de especialistas tecnológicos representam áreas de aplicação e os mercados de aplicação e áreas estruturais.
  • O segundo comitê de especialistas em IoT, o qual detêm o conhecimento e missão de relacionar IoT às questões verticais e horizontais.
  • O terceiro comitê é formado por entidades que representam a sociedade, sendo grupos de interesses social, econômicos ou de mercado, onde se enquadram as associações de classes, entidades ou secretarias governamentais, associações ou organizações de desenvolvimento de setor, etc. Este ultimo é flexível na sua composição, no contexto que pode agregar novos colaboradores conforme a necessidade do projeto, sendo uma espécie de prospecção de necessidades, validação e feedback com a sociedade.

 

Todo processo de investigação reunirá as contribuições dos três comitês, que atuarão de forma conjunta, em cada ciclo de investigação da metodologia proposta abaixo:

Na primeira fase, a atuação será concentrada no comitê de especialistas em IoT, os quais realizarão o diagnóstico, envolvendo as questões conceituais, com roadmap tecnológico, levantamento de oferta e demanda, dentre outros aspectos, tais como desempenho, custo, segurança/risco, serviços diretos e indiretos.

Na segunda fase, serão criadas células de trabalho, as quais investigarão e estudarão vários setores a fim de delimitar e definir quais dos setores deverão ser aprofundados. Cada célula é composta por especialistas de IoT e especialistas tecnológicos, assim como pelo menos um representante da sociedade, para compor a célula.

Na terceira fase, serão novamente criadas células com a meta de aprofundar os segmentos verticais escolhidos, assim como maior detalhamento das questões estruturais, sendo que cada célula será composta pelo menos por 3 representantes do comitê de especialistas tecnológicos e 2 de IoT, além de representantes da sociedade.

No início de cada fase é precedida por um workshop de exploração e contextualização dos objetivos e atividades da fase, dando início a um novo ciclo de investigação.